Autoridades reunidas para discutir a situação dos bailarinos e músicos do CCTG.

PALCOPARANÁ em discussão

Autoridades reunidas para discutir a situação dos bailarinos e músicos do CCTG.

Autoridades reunidas para discutir a situação dos bailarinos e músicos do CCTG.

Reunião na ACP debate os próximos passos para a efetivação do Serviço Social Autônomo que visa regularizar cargos dos artistas do CCTG

 

Às 12h de ontem, dia 1º de agosto, a direção do Centro Cultural Teatro Guaíra, as diretorias e o conselho da Associação de Bailarinos e Apoiadores do Balé Teatro Guaíra (ABABTG), bailarinos do BTG, músicos da Orquestra Sinfônica do Paraná, a direção geral da Secretaria de Estado da Cultura (SEEC), advogados da Comissão de Assuntos Culturais da OAB-PR, a Coordenadora do Conselho de Cultura da ACP, membros do Corredor Cultural e demais convidados especialistas em questões jurídico-econômicas reuniram-se na Associação Comercial do Paraná (ACP). O encontro teve por objetivo discutir os últimos acontecimentos envolvendo a recente decisão judicial que declarou a inconstitutionalidade dos cargos em comissão dos artistas do Centro Cultural Teatro Guaíra e a busca por soluções criativas e sustentáveis à cultura paranaense.

Entre os assuntos discutidos estiveram a urgência da aprovação do gráfico orçamentário e financeiro do PALCOPARANÁ pela Secretaria de Estado da Fazenda para efetivar a instituição deste Serviço Social Autônomo (SSA) – solução apresentada pela direção do CCTG para a regularização dos cargos artísticos dos corpos estáveis. As questões estatutárias que envolvem a SSA também foram colocadas em discussão, como: a importância da definição das formas de contratação, dos planos de cargos e salários, de um regimento de compras, assim como a instituição da diretoria executiva, entre outras particularidades.

“Se não houver o repasse pelo Estado do orçamento necessário para a viabilização da SSA, Balé Teatro Guaíra e Orquestra Sinfônica do Paraná continuam ameaçados”, declara Simone Bönisch, presidente da ABABTG – Associação de Bailarinos e Apoiadores do Balé Teatro Guaíra.

Também foram discutidos assuntos como a economia criativa, temática abordada pela própria SEEC em reunião recente do Instituto ACP de Inovação, com a possibilidade de projeto conjunto com a ABABTG, a ACP e o Sistema FIEP no viés de inovação de moda e design.

Ao final da reunião, foram reconhecidos os esforços de todos os presentes (em especial da Direção do CCTG e da SEEC diante do atual ambiente econômico e jurídico conturbado) e ressaltada a importância do apoio da OAB-PR neste momento crítico pelo qual os corpos estáveis estão passando. Ainda foi confirmada a necessidade de todos os artistas, empreendedores, professores e entidades empresariais unirem-se para cobrar agilidade e compromisso do atual Governo Estadual para a resolução dessa situação e apresentar para todas as esferas de governo alternativas sinérgicas sustentáveis à cultura local.