courier-services

Embalagem para pequenas empresas: como reduzir custos e manter qualidade?

Pequeno empresário ainda é relutante ao investir em design

Um estudo realizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) mostra que 75% das empresas que optaram por investir no design da embalagem de seus produtos perceberam aumento nas vendas. Além disso, 41% também relataram redução nos custos de produção. Por que, então, o empresário brasileiro ainda tem dificuldades de compreender o poder da embalagem para o sucesso nas vendas?

Para o designer, professor da ESPM e consultor da Ibema Papelcartão, Fábio Mestriner, trata-se de uma questão de cultura empresarial. “De maneira geral as empresas acham que o que fazem – o seu produto – é só o que está dentro da embalagem. Elas não sabem que para o consumidor, o produto é formado pelo conteúdo e a embalagem. Os dois são indissociáveis e compõem esta entidade complexa chamada produto”, explica.

O pequeno empresário pode até torcer o nariz ao pensar em investir em embalagem, com medo de enfrentar altos custos. Mas é importante salientar que algumas alternativas de materiais podem reduzir o custo final. Pela facilidade e baixo custo de produção e por não requerer equipamentos de envase caros e complexos, Mestriner indica a embalagemde papelcartão, mais acessível a este público. “Para o consumidor, não existe embalagem de empresa grande oupequena. A embalagem da pequena empresa pode ser grande aos olhos dos consumidores”, analisa. O Ibema Supera e o Ibema Speciala – produtos âncora da empresa –  são opções ideais para embalagens em que o objetivo seja aliar qualidade e economia, recomenda o designer. Isso porque as especificações oferecem a possibilidade de produzirembalagens com o melhor produto em termos de rigidez e com menor quantidade de papelcartão.

A mesma pesquisa mostra ainda que, entre produtos semelhantes, o consumidor elege aquele com a embalagemmais atraente e prática – e que está disposto a experimentar uma marca nova se sua embalagem se encaixar nesses critérios. Para Fabio, a maior dificuldade que impede que o pequeno empresário inove e invista na embalagem é a falta de informação. Ele cita ainda o case da Nugali, marca de chocolates da cidade de Pomerode, em Santa Catarina, que buscou no design de embalagens uma forma de valorizar seu produto. A empresa investiu em uma nova roupagem, mais clean e que transmite a qualidade, pureza e sofisticação do seu produto, tendo como resultado um aumento de vendas. Com isso, o produto ganhou destaque e passou a ser visto como produto Premium, posicionado com um maior valor agregado.

 

Sobre a Ibema: Gerar valor de maneira sustentável por meio da fabricação e distribuição de produtos que conquistem a preferência dos clientes com a dedicação e preocupação de garantir o melhor resultado para a empresa e seus clientes. Esta é a missão da Ibema, fabricante de papelcartão, fundada em 1955, e que hoje é um dos players mais competitivos da América Latina. Com sede administrativa localizada em Curitiba, centro de distribuição em Araucária e fábricas instaladas nos municípios de Turvo, no Paraná, e em Embu das Artes, em São Paulo, com capacidade de produção anual de 140 mil toneladas de papelcartão. Com o portfólio de produtos mais completo do Brasil, reconhecidos pela qualidade e desempenho superior na indústria gráfica. A empresa, que atualmente conta com aproximadamente 820 colaboradores, possui unidades certificadas pela ISO 9001, pela ISO 14001 e pelo FSC (Forest Stewardship Council). Para mais informações sobre produtos e serviços, acesse o nosso site, disponível também nos idiomas espanhol e inglês: www.ibema.com.br.