Cardápios inteligentes precisam estar atrelados à redução de custos

É aí que um bom planejamento faz a diferença no final das contas. Saiba o que a Exal – Excelência em Alimentação tem feito

Almoçar fora de casa todos os dias eleva consideravelmente os gastos no final do mês. Segundo um levantamento feito em 51 municípios do Brasil pela Associação das Empresas de Benefício ao Trabalhador (ABBT), o custo médio de uma refeição que inclua prato principal, bebida, sobremesa e café é de R$ 34, o que representa em torno de 80% do salário mínimo, considerando 22 dias de trabalho.

Esse valor pesa para o trabalhador ou para a empresa que concede o vale-refeição como benefício ao funcionário, que costuma oferecer um montante um pouco mais baixo, em média R$ 25 por pessoa. Por isso, muitas empresas optam pela instalação de um restaurante interno que, mesmo com a administração terceirizada, o valor por refeição cai para menos da metade.

O fato é que a redução de custos é uma necessidade, seja para o trabalhador, para a empresa, aos restaurantes ou organizações que atuam na área de alimentação coletiva. No caso da Exal, empresa que atua nesse segmento e serve cerca de 100 mil refeições ao dia, a gestão inteligente de recursos é uma das prioridades. Por isso, desde 2016, a organização busca alternativas para equilibrar a entrega de um serviço de refeições empresariais de excelência, a um custo reduzido e com preços justos.

De acordo com o diretor de Operações da Exal, Leocádio Bento Filho, a solução foi focar em um planejamento inteligente de compras corporativas. Por meio do Planejamento de Compras e Processos, o PCP, é possível garantir mais flexibilidade na negociação, competitividade de mercado, criatividade e qualidade no cardápio. “Antes a compra era feita regionalmente, agora há um poder maior de negociação e com a mesma velocidade de entrega. A ideia é gerenciar essa compra por volume de ingredientes utilizados em diversas unidades, mantendo a liberdade de escolha da preparação”, afirma.

Outro ganho que o PCP traz é que o cardápio passou a ser avaliado por duas pessoas: pela nutricionista e pela gestora de unidade. A Exal possui um departamento de Planejamento de Compras que, mensalmente, recebe todos os cardápios feitos pelas gestoras, com isso, é possível realizar a previsão e gestão de compras, levando em consideração as particularidades dos clientes que possuem o restaurante administrado pela empresa.

Alimentação reflete diretamente no desempenho do colaborador

Atenta ao bem-estar e à saúde dos trabalhadores, a Exal possui opções de pratos diferenciados para quem busca alimentação balanceada ou possui alguma restrição alimentar

 O desempenho dos colaboradores está atrelado a diversos fatores, um deles é a alimentação, que influencia diretamente na eficiência e na concentração, além de melhorar a qualidade de vida dentro e fora da empresa. Preocupada com a saúde e o bem-estar dos profissionais que atuam em empresas parceiras, a Exal – Excelência em Alimentação – oferece opções diferenciadas para quem procura ter uma refeição balanceada.

A busca por uma alimentação saudável pode ser comprovada pela pesquisa do Instituto Datafolha, que identificou que mais da metade dos clientes de estabelecimentos gastronômicos do país estão interessados em consumir alimentos saudáveis. Segundo o estudo de 2016, 53% das pessoas entrevistadas perceberam um aumento na procura por frutas, 61% dos clientes estão consumindo mais verduras e legumes, e 65% afirmaram que as pessoas estão acrescentando sucos de frutas ao cardápio.

De acordo com Sarielly Saurin, gerente de Qualidade e nutricionista da Exal, organização que atua no segmento de alimentação coletiva e serve cerca de 100 mil refeições ao dia, entre as alternativas saudáveis está o “exalight”, uma opção balanceada em calorias e nutrientes, composta por uma porção de carboidrato, uma de proteína e uma de fibras. “Normalmente, é solicitado pelas pessoas que buscam uma opção mais equilibrada. Os colaboradores das empresas que possuem esse serviço podem, um dia antes, realizar a reserva do prato, com valor calórico entre 500 e 700 calorias”, diz Sarielly.

Atenção à saúde

Além do foco naqueles que buscam uma vida saudável, a preocupação da Exal se estende aos colaboradores com alguma doença ou restrição alimentar, como diabetes, hipertensão, obesidade, doença celíaca, intolerância à lactose e outras. “Entre os cuidados especiais, no caso de celíacos, por exemplo, utilizamos utensílios de cor diferenciada para alimentos alergênicos. Isso evita a contaminação cruzada. Quanto aos diabéticos, hipertensos ou outros, ao receber o pedido do cliente também temos um cuidado especial no preparo das comidas”, relata.

Segundo a gerente de Qualidade e nutricionista, um informativo é deixado no início do buffet para que os colaboradores tenham acesso às informações de cada prato. “Para que as pessoas alérgicas evitem o consumo de determinados alimentos, identificamos o cardápio com marcações de acordo com o alergênico contido naquela preparação específica”, expõe. Os grupos de alimentos identificados pela Exal como de risco alérgico são: trigo, leite, soja, amendoim, castanha, nozes e ovos.

Além disso, por meio do Programa Mais Saúde e Vida, são feitas orientações para reeducação alimentar e adaptação ao cardápio diário dos restaurantes administrados pela Exal, conforme as necessidades dos colaboradores. “Informações sobre os valores e benefícios nutricionais dos alimentos são disponibilizadas em todos os nossos restaurantes. Trabalhamos com displays que informam o nome do prato, as calorias por porção e, ainda, sinalizamos com marcadores de cor verde, amarela ou vermelha. Essas cores indicativas têm o objetivo de orientar os trabalhadores sobre como montar o prato de forma saudável”, conclui Sarielly.

E tudo isso que começa no trabalho pode se estender para casa. Os novos hábitos introduzidos e as informações aprendidas no restaurante da empresa, aos poucos, ajudam as pessoas a se alimentarem com mais qualidade no dia a dia.

Quanto vale a saúde e a segurança no trabalho?

Restaurante administrado pela Exal na BO Paper, indústria do segmento de papel, comemora seis anos sem acidentes de trabalho 

O Brasil é o quarto país do mundo que mais registra acidentes de trabalho.  Segundo informações da Previdência Social e Ministério do Trabalho, por ano, ocorrem 700 mil acidentes – os motivos vão da falta de equipamentos até a exaustão dos profissionais.  Mas, afinal, como as empresas podem amenizar esse problema? A resposta está na prevenção, somada a condições favoráveis de trabalho.

É assim que a Exal – Excelência em Alimentação atua: com a prevenção. A preocupação com a saúde e a qualidade de vida de seus colaboradores e dos trabalhadores das empresas parceiras estão entre as prioridades da companhia.  “A gestão de segurança do trabalho está em conformidade com a legislação e atrelada a ferramentas de apoio eficientes na prevenção de acidentes e doenças ocupacionais”, afirma a técnica de Segurança do Trabalho da Exal, Miriam Gonçalves.

Na BO Paper – unidade Arapoti, que tem o restaurante administrado pela Exal, o resultado é tão positivo que a companhia está há seis anos sem acidentes de trabalho. Por dia, 500 refeições são servidas em três turnos.

De acordo com a técnica de Segurança, além da vigilância constante, uma das ferramentas usadas é o DSS, instrumento de comunicação entre a TST e os colaboradores, que tem a função de conscientizá-los sobre diversos assuntos relacionados à prevenção contra acidentes e doenças ocupacionais. Com isso, houve uma queda de 72% no índice de acidentes na Exal.

No caso de restaurantes, os principais riscos são a ausência de equipamentos, a falta de treinamentos relacionados à função do empregado, problemas de políticas internas que não promovam a prevenção, assim como a capacidade mental ou física das pessoas. “Adotamos um lema : eu me cuido, cuido do meu colega e deixo que cuidem de mim. Isso tem refletido diretamente na segurança dos nossos colaboradores, por isso, estamos comemorando seis anos sem acidente”, conclui Miriam.

Sobre a Exal – A empresa atua no segmento de alimentação coletiva há 25 anos e tem como diferencial a excelência na alimentação, visando oferecer aos colaboradores de empresas e indústrias uma alimentação diferenciada, onde o bem-estar, a saúde e a qualidade de vida estão em primeiro lugar. A Exal conta com, aproximadamente, 1.500 colaboradores e oferece cerca de 100 mil refeições por dia. Os restaurantes são administrados por nutricionistas com formação em gestão de negócios e todos os profissionais passam por etapas de treinamentos e capacitação de acordo com a atuação dentro da empresa. Mais informaçõeswww.exal.com.br.